DeNádegas

Toda quarta um post novo!

Quatro e Meia

Cartaz do filme

Cartaz do filme

Dizem que qualquer pessoa precisa ao longo de sua vida plantar uma árvore e escrever um livro. Confesso que ainda não fiz nenhum dos dois, mas cheguei perto do livro, não da árvore. Se bem que a árvore eu pretendo plantar no quintal do meu barraco assim que ele estiver construído, Deus sabe lá quando! Mas, até isso acontecer, acabei escrevendo um roteiro pra um filme. Foi o mais próximo que consegui chegar do livro. E pro meu espanto, o roteiro virou um filme que acabou sendo selecionado para a próxima edição do Curta-se!

A história começou em 2006 quando eu assisti a uma série de curtas que tinham sido selecionados para o Curta-se daquele ano e de alguma forma visualizei que seria legal concorrer também, até porque o festival era totalmente produzido em Aracaju, facilitando as coisas. O único problema é que eu não tinha a menor idéia de como escrever um roteiro, qual o formato adequado e por aí vai.

Passei então a pesquisar na web, entrei em algumas comunidades no orkut e comprei uns livros que tratavam sobre o assunto. Fiz uma leitura básica e aprendi o formato adequado e como explorar personagens, o enredo, o som, e por aí vai. Parti então de uma idéia, escrevi o roteiro e o apresentei a uma atriz amiga minha, a Viviane. Ela leu, gostou e passou para uma amiga dela, a Martha, que estava fazendo o curso de direção e fotografia no Núcleo de Produção Digital Orlando Vieira (NPDOV), órgão vinculado à Prefeitura de Aracaju. A Martha comprou a idéia e convidou alguns colegas de curso pra encarar a filmagem, incluindo o Luiz Garcia que acabou dividindo a direção do filme com ela . Resultado, todo mundo viajou na idéia e em alguns dias, tínhamos uma equipe. Quando conversei com a Martha ela, no papel de diretora, resolveu que eu tinha a cara do personagem coadjuvante e acabei interpretando o personagem na trama. Faltava agora o apoio financeiro e equipamento para as filmagens. Não conseguimos a grana, mas tivemos o apoio de algumas empresas e do próprio Núcleo que emprestou os equipamentos.

Set de filmagem. Foto de Martha

Set de filmagem. Foto de Martha

Foi uma experiência muito legal. Todos estávamos aprendendo como fazer cinema e muito empolgados com a história toda, pois era uma oportunidade de praticar o que se aprendia no curso do Núcleo. Não foi fácil, mas acabou dando tudo certo, fizemos algumas externas, várias locações e gravamos todo o material em 2007. O elenco ainda conta com Thiago Ribeiro e Kassen.

Quatro e meia é um drama filmado em P&B que conta a história de Luisa. Uma mulher madura, independente e avessa a relacionamentos estáveis. Pra ela, sentimentos superficiais é o segredo de uma vida feliz, embora no fundo o que ela deseje é ser amada profundamente. Até o dia em que o destino lhe dá a oportunidade de conhecer o amor, de ser fisgada por um sentimento que cresce independente dos nossos desejos racionais. Mas, ela terá pouco tempo pra viver esse momento até que seu verdadeiro destino se cumpra.

Cena do filme

Cena do filme

É um filme leve, porém com uma mensagem interessante. O Luiz Garcia fez a montagem final e eu assinei a trilha sonora. O filme ficou pronto em 2008 e agora foi selecionado para o Curta-se. Claro que pra mim foi uma alegria imensa. Não apenas pelo fato de ter escrito uma história e vê-la filmada, mas por ter sido selecionado para participar de um dos festivais mais importantes do nordeste. Além disso, ter conhecido um pouco desse mundo do cinema foi fantástico. Acho até que o cinema tem o mesmo “grude”, o mesmo vício que a música nos provoca. Embora estressante, é muito divertido fazer. É uma paixão mesmo. Quem sabe no futuro não faça mais alguma coisa :)

Então, estão todos convidados para no próximo dia 30 de setembro, quarta-feira, comparecer ao Cinemark Jardins, às 22:00h e conferir na telona a história de Luisa!

Maiores informações no site do Curta-se http://www.curtase.org.br/

quinta-feira, 24 setembro , 2009 Posted by | Filmes | 3 Comentários

Números da nova BeatleMania

Beatles

Beatles

Após uma semana do re-lançamento de todo seu catálogo com a qualidade sonora do século XXI, os Beatles voltam a liderar as listas de discos mais vendidos. Acompanhe:

– Segundo a Billboard, os Beatles vendem em média 1 milhão de discos por ano na América. Na primeira semana após o re-lançamento de seu catálogo, já venderam 626 mil cópias nos Estados Unidos.

– Na parada Billboard para discos com no mínimo 18 meses de lançados, os Beatles ocupam os nove primeiros lugares com “Abbey Road” liderando.

– Na lista Top Catalog Album Chart, os Fab Four ocupam simplesmente 15 dos 20 primeiros lugares, ou seja, todos os seus 13 álbuns de estúdio e as compilações “Past Masters” e “One” estão no Top 20. Os outros lugares são para Michael Jackson, na 6ª, 15ª e 16ª colocações e para os rappers de plantão.

– Na Billboard 200, lista para albuns inéditos, pasmem, os Beatles emplacam o 15º e o 40º lugar com as caixas que contém a sua obra completa em stéreo e em mono, respectivamente. As caixas são consideradas novos lançamentos, daí figurarem na Billboard 200.

– Na Grã-Bretanha, são quatro discos entre os Top Ten.

E estamos falando de uma banda que acabou há quase quarenta anos!!

quarta-feira, 16 setembro , 2009 Posted by | Música | Deixe um comentário

09/09/09

Setembro de 2009, em algum lugar do sertão sergipano…

− Eita sol do fí do ganso!! Tá brabo hoje pra cuidar dessa roça.
− Oxe! Né você que diz que não tem tempo ruim pra trabraiá!?
− Tenho mesmo não! Num tô aqui…ôxe! Vô sentar agora e comer essa bóia pra depois tirar aquele cochilo
que hoje o patrão tá cá gota!
− Chega pra lá que eu vou me sentar também …a patroa hoje caprichou na argamassa. Me mandou uns
miúdo de uma capoeira que nós matamos ontem pro batizado de Jonathan.
− Jonathan é o moleque mais novo né!?
− Ele mesmo. O moleque é azuretado, virado num raio da peste.
− Bom, é assim .. sinal que tá com saúde. E tá bonito mesmo esse miúdo .. passe pra cá!
− Oxe! Se vire aí na sua lata, meu fio.
− Cabra ruim da gota.. capaz desse miúdo dormido fazer você passar o dia no mato se cagando todo. Mas,
destá. Pelo menos eu tenho aqui meu rádio de pia…
− Essa bixiguenta veia .. e isso toca ainda?
− Você vai ver se num toca….

SHIIIIIIIIIIIIII … SHHIIIIIIIIIIIIIIII … SHHHIIIIIIIIIIIIIIIII …. SHHHIIIIIIIIIIIIIIIII

− Dá umas pancada nas oreia que pega …..

SHIIIIIIIIIIIIII .. SHHIIIIIIIIIIIIIIII .. SHHHIIIIIIIIIIIIIIIII

− Ói aí … Ta vendo!! Pegou a rádio aqui da região … é Zé de Ninha o locutor.
− E que música é essa que ta tocando?
− Rapaz .. o nome da música eu não sei não … é do estrangeiro… agora o nome do cantor eu sei…
− E qual é?
− É um tal de Bite… Bitile … Bitou… um negócio desses aí..
− Bitou? É arrocha?
− É não … é artista estrangero. Foi o Zé de Ninha que me falou, mas eu não entendi o nome direito não.
− E de onde o Zé tirou esse diacho de música?
− Sei não .. ele disse que o sucesso agora é esse. Ta tocando até nas festa da igreja.
− Ói hôme .. brinque não com essas coisa. Deus tá vendo.
− Oxe! Mas, se foi o padre mesmo que botou. Ele disse que comprou os discos e tudo. Comprou mais de dez
disco de uma vez…vieram tudo numa caixinha bonita. Eu vi lá na sacristia.
− Disco de quem?
− Dos Bitile, abestaiado! Ôxe .. ta ficando broco é?!
− Ah… certo! Então.. o padre que botou pra tocar foi?
− Ele mesmo .. disse que viu no jornal que tinha lançado os discos da banda tudo de uma vez…
− É… então, vamo ouvir né…o Padre botou pra tocar, ta otorizado. Aumenta aí!

SHE LOVES YOU, YEAH, YEAH, YEAH …. SHE LOVES YOU, YEAH, YEAH, YEAH

− Não é arrocha, mas até que a música é boa.
− Vou pedir pro padre gravar no meu celular que quero mandar pro celular de Rosinha.
− Mas óia como tá esse nego, avexado todo!
− Meu coração é de Rosinha, você sabe disso. Ela que não quer saber de mim. Foi simbora.
− Ela te ama. Você pensa que perdeu o seu amor, mas eu vi ela ontem. E é em você que ela tava pensando.
E ela me contou uma coisa pra dizer pra você.
− Foi nada!?? Brinque não com essas coisas! Desembucha logo!!
− Ela disse que você judiou tanto dela que ela perdeu a cabeça. Mas que agora ela sabe que você não vai
mais fazer isso. Ela disse que te ama! E você sabe que deveria era tá feliz.
− Ôxe, mas não me diga isso não!!! Saindo daqui vou lá falar com ela. Vou pedir ela em casamento. Só não
sei como vou dizer isso … sou tão ruim no palavriado. Queria mesmo era entender o que o Bite ta dizendo
na música pra depois repetir as mesmas palavras pra ela.
– Se avexe não. Faça que nem eu. Feche os zóio, escute a música e fale o que vier na sua cabeça. As
veiz, dá certo. E vamo simbora pra roça antes que o miserento do padrão apareça por aqui de novo.

———————————————————
E não é que depois de 9 de setembro de 2009 eles estão, mais uma vez, mais conhecidos que Jesus! Chegando com toda força ao século XXI. E que venha a nova Beatlemania! O mundo da música tá precisando.

Em 9/9/9, Beatles entram para o século XXI

ps: encontre a música escondida no texto e ganhe um super-brinde do DeNádegas!! :))

segunda-feira, 14 setembro , 2009 Posted by | Música | Deixe um comentário